Câmara de Penacova atribui 24 bolsas a estudantes

0
284

Este ano, foram 24 os alunos penacovenses que frequentam o ensino secundário e superior a ver premiado o seu trabalho.

Atribuídas pelo Município de Penacova, pretendem, segundo o presidente da autarquia, Humberto Oliveira, “minimizar o esforço das famílias na nobre e difícil missão de educar”.

A cerimónia de entrega das bolsas, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em 18 de abril, contou com a presença de João Azadinho, vice-presidente deste município que tem a seu cargo as áreas da Ação Social e Educação, e de Fernanda Veiga, vereadora da Cultura.

Como salientou João Azadinho, “estas Bolsas de Estudo, cujo valor global é de 15.200,00 euros, mais do que um contributo, são um incentivo às famílias e aos próprios alunos, para que cresçam e invistam na sua educação, pois esta é a arma mais importante para poder triunfar ao longo da vida pessoal e profissional. Estas bolsas são o reconhecimento do trabalho meritório a quem dedica grande parte do seu tempo a formar-se e a tentar superar-se ano após ano”.

João Azadinho frisou ainda “a grande aposta deste município no setor da Educação, como a oferta de manuais escolares, o aumento de apoios ao nível das bolsas de estudo, a atribuição de prémios de mérito, a dinâmica cultura em diversos períodos do ano e vocacionadas também para alunos, a promoção do livro e da leitura, as melhorias nas infraestruturas escolares e desportivas, o dinamismo e a importante oferta que é impulsionada pela escola de artes”.

O edil concluiu que “Penacova tem conhecido um impulso ímpar no investimento educativo dos seus cidadãos e numa procura incessante de melhoria da qualidade de vida, que começa a ter hoje reflexos e a dar frutos que estão à vista de todos”.

A atribuição de bolsas de estudo visa a prossecução e desenvolvimento dos munícipes, designadamente na área da educação, uma medida no âmbito da ação social escolar que tem como principal objetivo apoiar os estudantes do ensino secundário e superior do concelho de Penacova, economicamente desfavorecidos e com comprovado mérito escolar (média igual ou superior a 4 e/ou a 14), com o objetivo de minimizar as dificuldades socioeconómicas e contribuir para o seu desenvolvimento educacional e cultural.

DEIXE UMA RESPOSTA