Feira das Cebolas anima Baixa de Coimbra

0
269

A Praça do Comércio, em Coimbra, acolhe a 32.ª edição da Feira das Cebolas, de 12 a 19 de agosto, uma reposição da antiga Feira de S. Bartolomeu, que conta séculos de existência.

Com abertura oficial no próximo sábado, dia 12, pelas 22h00, a Feira das Cebolas animará a antiga Praça Velha durante oito dias, fruto de uma coorganização da Câmara Municipal de Coimbra e da Associação Grupo Folclórico “Os Camponeses de Vila Nova de Cernache”.

No período diurno, o espaço acolherá aqueles que cultivam a terra na freguesia de Cernache. Aos ceboleiros, que venderão as tradicionais tranças de cebolas, juntam-se, no período noturno, outro tipo de ações, que visam promover a gastronomia e a doçaria locais mas, acima de tudo, o folclore e etnografia da região do Mondego, através das atuações diárias que o evento integra.

As danças e cantares tradicionais portugueses contam com a presença, em palco, de dois grupos oriundos do norte do país e da região de Setúbal. Haverá um espetáculo de Fado e outros dois a cargo de grupos de concertinas de Coimbra.

A gastronomia e a doçaria típicas do concelho de Coimbra estão representadas, diariamente, na tradicional “Tasquinha do Timpanas”, onde se poderá saborear o caldo verde, a sardinha de pasta, o chouriço caseiro, as pataniscas de bacalhau, o arroz doce, as escarpeadas ou o “bolo de festa”.

A venda das tranças de cebolas cria um cenário secular, de características muito peculiares, que atrai não apenas a população local mas, também, os turistas que nos visitam. A 32.ª Feira das Cebolas fomenta, assim, a partilha de tradições entre turistas e conimbricenses, fator que tem cativado a crescente participação na iniciativa.

O programa da noite da inauguração do certame (12 de agosto) integra, a partir das 22h20, três atuações. A primeira, pelo Rancho Folclórico de Nine (Vila Nova de Famalicão), seguida de uma atuação do Rancho Folclórico “Os Camponeses de São Francisco (Alcochete – Setúbal), terminando com a presença do Grupo Etnográfico Danças e Cantares da Nazaré.

No domingo, 13 de agosto, sobe ao palco, às 22h00, o Grupo Folclórico da Casa do Povo de Ceira (Coimbra) e, pelas 23h00, é a vez do Grupo Folclórico de Coimbra.

Alcides Matias proporcionará, na segunda-feira (dia 14), às 21h00, uma noite de Fado, espetáculo ao qual se seguirá uma atuação do Rancho Típico de Ançã.

No feriado de 15 de agosto, a partir das 22h15, a animação caberá em exclusivo ao Rancho Folclórico da Casa do Povo de São Pedro de Alva (Penacova – Coimbra).

Para 16 de agosto está prevista uma atuação, às 22h15, pelo Grupo Típico de Cadima (Cantanhede).

A noite de quinta-feira, 17 de agosto, prevê duas atuações. Agendado para as 21h00, está o espetáculo do Grupo de Concertinas “Sons de Casconha” (Coimbra), ao qual se segue uma exibição do Grupo Regional Danças e Cantares do Mondego (Fala – Coimbra).

A entrar no fim de semana, a Praça do Comércio recebe, no dia 18, uma atuação do Grupo de Concertinas “Foles e Cantorias de Santa-Clara” (Coimbra), a partir das 21h00. Às 22h30 está prevista uma atuação do Rancho Folclórico e Etnográfico de Vale dos Açores (Mortágua – Viseu).

Três grupos encerram o evento, no dia 19 de agosto (sábado): o Grupo Folclórico anfitrião – “Os Camponeses de Vila Nova de Cernache” – com atuação às 22h00, a que se seguirão o Grupo Folclórico São João Batista de Nogueira (Braga) e o Grupo Etnográfico da Casa do Pessoal dos HUC (Coimbra).

DEIXE UMA RESPOSTA