Quatro mortos num acidente com autocarro que partiu de Foz Côa

0
2141

Acidente com autocarro de emigrantes portugueses em Lyon, França, provocou quatro mortos, três feridos graves e 25 feridos ligeiros.

Entre as vítimas mortais do acidente está o casal José e Lídia Montez, com cerca de 60 anos e natural de Freixo, Vila Nova de Foz Côa, que regressava à Suíça depois de ter cumprido a tradição de passar o ano em Portugal, refere o JN. Há cerca de 30 anos emigrado, José, com 59 anos, era trabalhador da construção civil na Suíça. O filho, de 38 anos, deste casal partiu as duas pernas no despiste do autocarro.

Graça Murça, com cerca de 60 anos, natural de Foz Côa e um passageiro natural de Penafiel, são as restantes vítimas mortais do acidente.

O autocarro partiu de Vila Nova de Foz Côa, distrito da Guarda, com emigrantes portugueses que vieram passar a época de Natal e fim de ano em Portugal e regressavam à Suíça onde trabalhavam.

O sinistro teve lugar pelas 4H30 (3H30 de Portugal), junto à povoação de Charolles, no centro de França, com o autocarro que transportava 32 pessoas.

Sónia Ângelo, responsável pela empresa de autocarros ‘Rota das Gravuras’ contou ao CM que todos os ocupantes eram portugueses.

“Estavam 32 portugueses no autocarro. Partiram de Vila Nova de Foz Côa, Guarda, para a Suiça, por volta das 9h00/10h00 de sábado”, esclarece Sónia.

DEIXE UMA RESPOSTA