Ações de estabilização de solos na Lousã

0
214

A Câmara da Lousã, numa ação conjunta com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Junta de Freguesia de Serpins, GNR (GIPS) e com a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) – Força Especial de Bombeiros (FEB), está a realizar ontem e hoje, ações de estabilização de emergência devido ao incêndio de 15 de outubro, no baldio de Vale da Ursa – Serpins.

Esta ação, que será repetida em outros concelhos afetados pelos incêndios, tem como objetivo o controlo da erosão e o tratamento e proteção de encostas através do corte, processamento e espalhamento de resíduos florestais, instalação de barreiras de resíduos florestais, troncos e outros e, ainda, a desobstrução de canais de encaminhamento de água segundo as curvas de nível.

Nesta ação estão envolvidos cerca de 30 operacionais, nomeadamente sapadores florestais do concelho, GIPS e FEB.

De referir que a Câmara Municipal apresentou, também, uma candidatura a fundos comunitários/Fundo de Estabilização de Emergência que ascende a 400 mil euros e que tem como objetivo a realização deste e de outro tipo de trabalhos de estabilização de emergência em toda a área afetada pelo incêndio, estando a aguardar a aprovação da mesma.

DEIXE UMA RESPOSTA