Eptoliva ganha prémio em Espanha

0
246

O projeto “Requalificação dos Resíduos do Setor Oleico na Produção de Biocombustíveis e Bioabsorventes para a Remoção de Metais Pesados de Águas Contaminadas”, recebeu uma Menção Honrosa num concurso em Espanha.

Coordenado pela docente Honorata Pereira e desenvolvido pelos alunos Carlos Quintino, Catarina Costa e Bruno Paulino, a EPTOLIVA – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil, foi distinguida, na modalidade de sustentabilidade, com uma menção honrosa na 18.ª edição do concurso “CIENCIA EN ACCIÓN XVII” que decorreu entre 6 a 8 de Outubro, no IzarraCenter em Ermua (Espanha).

Esta final ibérica que é experienciada pela EPTOLIVA pela segunda vez consecutiva, é um concurso internacional de ciências dividido em várias modalidades (matemática, física, química, biologia, saúde e astronomia) promovido pelo Conselho Superior de Investigações Científicas de Espanha e que se destina a professores, investigadores e/ou alunos que falam espanhol ou português.

Este programa tem por objetivo aproximar a ciência e a tecnologia ao grande público de uma forma dinâmica, fácil, atrativa e motivadora, de tal forma que os jovens se interessem por temas científicos e desfrutem ao longo do concurso de experiências que consolidem competências investigativas, críticas e científicas.

Para Daniel Dinis Costa, presidente da ADEPTOLIVA, este é mais um prémio “revelador da qualidade do ensino empreendedor ministrado na Eptoliva, cujo sucesso tem trazido à escola o reconhecimento e distinção como a melhor escola profissional do país”.

“Seja no país, seja na Europa, a Eptoliva vai levando o nome da região bem longe, consolidando assim também a importância e crescimento do Ensino profissional”, adianta.

A concluir frisa que “sem investigadores profissionais, sem cientistas, sem meios e materiais de Topo, é com grande capacidade de trabalho e inteligência que professores e alunos conseguem empreender e inovar diariamente na Eptoliva, tornando-se já num exemplo de uma verdadeira ‘smart professional school'”.

DEIXE UMA RESPOSTA