Back

Municípios portugueses dizem que penalizações não resolvem problemas da floresta

Depois de o Governo ter anunciado que os Municípios poderiam sofrer penalizações caso não efectuassem limpezas das florestas, a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) vem dizer que não concorda com esta postura do poder central.

Os Municípios portugueses estão “inteiramente disponíveis para participarem em todas as medidas de salvaguarda da floresta e de prevenção de incêndios florestais e a Associação Nacional de Municípios Portugueses está empenhada, em diálogo com o Governo, em encontrar as soluções adequadas”, afirmam em comunicado as autarquias.

Referindo em seguida que estão “empenhados neste processo, mas conhecem a realidade e sabem que, para que a legislação seja exequível e tenha os efeitos positivos pretendidos, é preciso tempo, meios humanos e financeiros e o conhecimento atualizado do cadastro das propriedades”.

A ANMP entende que as penalizações “não resolvem os problemas da floresta”.

“Os problemas existentes na floresta portuguesa resolvem-se através da adoção de políticas nacionais e de uma cooperação forte entre a Administração Central e a Administração Local, envolvendo também as diversas entidades públicas e privadas”, sublinham a concluir.

Post a Comment

Share This